Tags

, , ,

Isabel Marques da Silva é a descrição da mulher do sertão nordestino – sertaneja forte. Com mais de 84 anos de idade, alcoólatra, fuma um cigarrinho atrás do outro. E é fumo de rolo, daquele que deixa o cabra tonto. Ela tem as marcas do trabalho pesado nos pés; no rosto tem as marcas da exposição ao sol causticante que assola as terras do lado de cá. Cresceu tendo com caneta a enxada, e o papel, a terra onde o lavrador derrama seu suor e desenha a colheita futura do feijão, do milho, da mandioca…

Estou falando de D. Zabé da Loca, mulher desconhecida no Brasil mas que é a rainha do pife, que é um instrumentozinho, rústico, feito de taboca de som agudo. É uma flauta que se assemelha, dizem os músicos, ao oboé italiano.

Pois bem, Zabé roda o Brasil de ponta a ponta, quase sempre em festivais de música popular. E haja força e resistência para quem passou quase 30 anos em uma loca (abrigo de pedras, espécie de gruta), no alto da Serra do Delmiro, no cariri paraibano. Abaixo algumas fotos de D. Zabé.

Anúncios