Tags

, , , , ,

Do Luis Nassif,, blog

Conversei há pouco com Ricardo Guedes, do Instituto Sensus.

Ele não se surpreendeu com os prováveis números da nova pesquisa Vox Populi, divulgados durante o dia: 43 para Dilma e 37% para Serra. Bate com seu sentimento.

Ele julga, também, que Marina Silva deverá começar a cair devido ao efeito voto útil. Como ela se colocou à esquerda de Dilma, não deverá capturar votos de Serra.

Só que, se cair para 7 pontos (seu sentimento), o percentual de Dilma equivalerá a quase 50% dos votos atribuídos aos três candidatos.

O palpite de Guedes é que, no resultado final, Dilma poderá ter mais que o dobro dos votos de José Serra, devido ao impressionante processo de transferência de votos de Lula para ela. A correlação entre os que ficam sabendo que Dilma é candidata de Lula, e decidem o voto por ela, é de 0,98. Para efeito de comparação, no caso Aécio-Anastasia, essa correlação é de 0,78 – ainda assim, muito alta.

Na opinião de Guedes, o caso Álvaro Dias – desistência de Serra, que abriu mão dele como vice pelo tal Índio – poderá ter, no Paraná, efeito similar aos mineiros, quando viram Aécio Neves alijado da disputa presidencial: aumento da rejeição a Serra.

Anúncios