Tags

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Numa campanha eleitoral algumas questões centrais precisam ser respondidas.  Entre elas estão: que políticas foram exitosas; quais as que necessitam de retoque e quais as que devem excluídas. Aí algumas questões que o candidato tem que saber.

A outra coisa é o que os candidatos chamam prá si… Eles chamam certas competências, atributos: honestidade, experiência, competência, carisma, cristão…

Quando a gente olha para a campanha de presidente entre Dilma e Serra se percebe que o tom adotado pelo Serra faz parte de estratégia de campanha. Ora, com um governo avaliado em 78%; e a figura do presidente Lula com 85% de aprovação… O candidato do PSDB escolheu o elogio ao governo.. Não faz crítica mas diz que muita coisa ainda está por ser feita… só assim os brasileiros têm motivos para comemorar.

Só que o que rege a cabeça do homem é a racionalidade; a racionalidade do eleitor é que se coloca na contramão do que pretende Serra. Por que? Porque o governo Lula é muito bem avaliado, as políticas de seu governo também. Assim, o termo de comparação utilizado pelo votante comum é a sua vida, antes e depois do que ocorreu ao longo dos dois mandatos de Lula, sobretudo do último, período durante o qual Dilma Rousseff esteve à frente dos principais projetos do governo. Por tudo isso e muito mais é que muita gente diz que quem sabe seguir adiante, levando essa locomotiva que é Brasil de hoje  com as políticas sociais, distribuição de renda e erradicação da pobreza é Dilma. Dessa forma, no dia da eleição o eleitor tomará uma decisão acertada, consciente… e vai votar na mulher 13, assim como os amigos que listo abaixo:

Anúncios